quarta-feira, 29 de abril de 2009

Phineas Newborn Jr

Depois de ouvir a nova geração de pianistas foi-me necessário recorrer ao velho baú para uma boa dose de swing. Não, não é que eu não goste dos novos (retornarei a eles em breve), mas, sim, que eu prefiro os velhos.

Há algum tempo eu postei algo sobre Phineas Newborn Jr.. Eis aí um pianista que me impressionou desde a primeira audição. Vocês podem conferir, ali ao lado, um vídeo em que ele dobra um tema up tempo usando as mãos esquerda e direita com uma fluência vertiginosa. É briga para cachorro grande.

Estou, nesse exato momento, ouvindo mais uma vez o disco The great jazz piano, gravado em dois dias dos anos 61-62 do século passado. Bem assessorado por Sam Jones e Leroy Vinnegar, que se revezam no baixo, e Louis Hayes e Milt Turner, na bateria, Newborn, como de praxe, destila elegância do seu piano. São dez faixas que saciarão as almas sedentas do bom e velho balanço jazzy.

Curtam duas faixas ali no podcast Quintal do Jazz.

O link: Here

11 comentários:

figbatera disse...

Não achei as faixas com o Phineas no podcast...

Salsa disse...

Calma, rapaz. Estou fazendo o upload.

Érico Cordeiro disse...

Ótima pedida, Mr. Salsa. Esse disco é espetacular - como ocorre com todos os do Phineas que eu conheço - destaco a linda versão de "Prelude To A Kiss". Pena que ele tenha tido uma vida bastante conturbada - lembra um pouco a história de Bud Powell, sobre quem escrevi uma resenha no JAZZ + BOSSA.
Falando nisso, tô esperando que você me ensine a disponibilizar músicas no blog, para que os leitores possam também ouvir esses músicos maravilhosos sobre quem não nos cansamos de escrever.
Forte abraço.

Salsa disse...

Uai, eu deixei umas dicas lá no seu blog....

Érico Cordeiro disse...

Cara, não apareceu nada. Por favor, tenta novamente. Vai desculpando o transtorno - a causa é nobre.
Grande abraço.

Érico Cordeiro disse...

Caro Salsa,

Como você pode ver lá no JAZZ + BOSSA, consegui adicionar a raiola. Todavia, desde ontem ela está indicando a mensagem "No posts. If you just added audio, try again in 5 minutes".
No entanto, eu fiz o upload de uma música no site do gcast ontem à noite e, ao que parece, o bichinho não está descarregando.
As músicas que pretendo disponibilizar estão todas arquivadas em meu computador, no I-tunes, cujo formato é MP3. Pergunta 1: O que pode ter acontecido?
Pergunta 2: É necessário o tal conversor, já que o upload foi feito no formato MP3, direto do I-tunes?
Desculpa tomar seu tempo - são coisas de blogueiro iniciante.
Forte abraço.

Salsa disse...

Eu nunca uso esse recurso. Você já conseguiu copiar essas faixas para, por exemplo, ouvir em seu carro? Se sim, creio que você pode salvar direto em seu hd e depois fazer o upload para sua radiola. Clique na opção upload e siga os passos: o nome do intérprete e da música, localizar o arquivo, escolher o podcast e pimba, autorizar o upload. depois de alguns minutos a faixa estará disponível.

Érico Cordeiro disse...

Caro Salsa,
Obbrigado pela dica. Foi exatamente o que fiz. Todas as faixas que pretendo disponibilizar para o leitor (e quiçá ouvinte) são de cd's meus que eu passei pro HD do meu computador (através ddo I-tunes) para carregar o meu i-pod. Acho que no formato MP3 do I-tunes os arquivos são menores que os arquivos em WMA.
De qualquer forma, vou tentar fazer outro upload.
Obrigado pela atenção,

John Lester disse...

Isso vai dar em namoro...

ferafelina disse...

Veríssimo diz que não confia num músico de jazz que não esteja morto há menos de 10 anos.
Não é que eu não goste dos novos, mas prefiro os olders, tipo vinho sabe?

Beijos

Salsa disse...

Você tem razão, Felina, mas um vinho novo também tem seus encantos. Aprecie sem moderação, please.