sexta-feira, 27 de junho de 2008

Just for you

Desde quando eu inaugurei minha página no myspace, tenho feito algumas incursões naquela região cyber que me permitiram encontrar um monte de músicos interessantes. Alguns amadores e curiosos, outros ainda anônimos (correndo atrás das luzes da ribalta), ao lado daqueles com a carreira já consolidada.

Em vários momentos senti-me impelido a escrever alguma coisa sobre aqueles que me agradaram. Faço isso agora. Um dos meus "cyber-amigos" é o cantor Miachel Camacho (clique sobre o nome para ouvi-lo), de quem eu já havia ouvido uma ou duas palavras à respeito mas ainda não conhecia o seu trabalho. Pois bem, estou apreciando algumas canções que estão disponíveis no seu espaço (trata-se de uma amostra do cd Just for you, que estou ouvindo pela quarta vez) e o resultado é bastante agradável.

Michael mantém sua voz em uma freqüência cool (que nos remete imediatamente ao modo interpretativo de Chet Baker), que disfarça a sua extensão vocal, usada sempre comedidamente, o que me agrada. Não se ouve afetação nas faixas disponíveis: Here's to the blues, Norwegian wood, Hey you, Skylark, How can we be sure e Spanish Harlem.

A banda que o acompanha é competente e dá sutentação mais que suficiente para Camacho descansar sua voz. Os componentes me são desconhecidos:Tim Regusis (piano), François Moutin (baixo), Randy Napoleon (guitarra), Darryl Pellegrini e Marcello Pelliteri (bateria), Norman Hedman (percussão) e Dan Block (tenor & Soprano).

PS - Considerando o número de visitas femininas à página de Camacho, creio que, quando o prezado navegante resolver beber aquele vinho à luz de velas, essa trilha sonora agradará à sua acompanhante...

2 comentários:

cd disse...

Ah, Salsa, esse negócio de cantor não me agrada. É sempre feijão com arroz.
Depois de ouvir Marsh e Christlieb fica difícil...

Vinyl disse...

A voz é um instrumento difícil. Eu achei michael um bom cantor e a banda também mandou bem.