sábado, 10 de maio de 2008

Raízes

Eu soube (Vinyl foi a fonte) que Salsa, o nosso colaborador e músico de plantão, tocava ou toca num grupo gospel. Lembrei-me disso quando estava ouvindo o Prestige All-Stars, reunião dos contratados da Prestige nos idos anos 50. O disco em questão é o Roots, que contou com Bill Evans e Tommy Flanagan (piano), Jimmy Cleverland e Frank Rehak (trb), Pepper Adams e Cecil Payne (brt), Louis Hayes e Elvin Jones (d), Doug Watkins (b) e Idrees Sulieman (tpt).

O título remete aos campos de algodão do sul dos EUA, ao lamento das worksongs, aos spirituals cantados nas igrejas freqüentadas pelos negros. Roots, a faixa título, une esses elementos ao clima pagão que impregnava os bordéis, onde os músicos exercitavam o seu momento de liberdade. Os temas seguintes, Down by the riverside e Sometimes I feel like a motherless child, conhecidos spirituals, também trazem essa formulação. O que os músicos participantes fazem é doar as suas sensibilidades para o "Homem". Cada um deles dá o que tem: a sua música, sem reticências. A interpretação, assim, consegue fazer Deus pisar nesse solo que muitos querem herético.

Se Salsa e seus amigos tocarem com essa perspectiva, acho que Deus ia perdoar alguns dos seus inúmeros pecados.


6 comentários:

Salsa disse...

Não é bem assim, CD. Eu toquei durante um bom tempo com três "gospels" - Vítor, Rafael e Dênis, mas o som era jazz. O repertório incluía dois spirituals: Amazin' grace e Joshua fit the battle of Jericho. Esse último era marcado por uma levada do mais puro suíngue, puxado por Rafael (bateria).
Dia desses eu comentei com Reinaldo sobre a distanciada reverência com que Hampton Hawes tratou os spirituals, no disco The sermon. O modo como ele tocou não me agradou nem um pouco.
Já em Roots, as vozes dos barítonos e trombones deram aquele clima mais "possesso". Muito bom.
O tema é uma boa homenagem às mães.
Cante junto:
Sometimes I feel like a motherless child
Sometimes I feel like a motherless child
Sometimes I feel like a motherless child
Long way from my home

Sometimes I wish I could fly
Like a bird up in the sky
Oh, sometimes I wish I could fly
Fly like a bird up in the sky
Sometimes I wish I could fly
Like a bird up in the sky
Closer to my home

Motherless children have a hard time
Motherless children have-a such a hard time
Motherless children have such a really hard time
A long way from home

Sometimes I feel like freedom is near
Sometimes I feel like freedom is here
Sometimes I feel like freedom is so near
But we're so far from home

Anônimo disse...

Monty Alexander abordou o assunto: Jazz + Hinos Sacros de forma bem convincente no cd "The River".Edú

PREDADOR.- disse...

E Charlie Haden & Hank Jones fizeram um trabalho semelhante em "Steal Away". Quanto a música gospel que Salsa Quartet toca, não se iludam, é puro rock-and-roll da pesada.

João Luiz disse...

Quanto ao gospel que o sr. Salsa toca, Predador tem uma certa razão, mas não é totalmente rock-and-roll da pesada. É uma mistura de jazz/blues/rock, bem sincopada, com andamento médio/rápido, em compassos 3/4, privilegiando os solos dos quatro componentes do grupo. E isso!

Edinho disse...

gosto das músicas ! Não sei como baixar . Vc sabe ?

Rafael - The Drummah! disse...

Valeu pela citação, Mr. Salsa...

Saudades daquele som...

Um grande abraço! Música sempre!