domingo, 15 de fevereiro de 2009

Doug Watkins

Ok.

Ando com saudades do jazz. Esclareço: tenho tocado muito pouco. Nem em casa (fui visitar o blog do Olney e ele bem lá, todo prosa, porque vai fazer um sonzinho com os amigos - e eu não fui convidado!!!).

Deixemos a inveja de lado: não toco, mas tenho ouvido bastante - e muita coisa boa, destaque-se. Um dos últimos discos a que dediquei maior tempo foi Watkins at large, gravado pelo baixista Doug Watkins em 1956. É um daqueles discos que podem agradar até o Predador, nosso xiita intergalático.

Doug nasceu em Detroit, em 1934. Ainda bem que a indústria automobilística não seduziu esse que pode figurar como um dos maiores e mais eficientes baixistas do jazz. Em compensação, foi um acidente com carro, possivelmente construído em sua cidade natal, que causou sua morte em 1962, no dia 5 de fevereiro.

Apesar de sua vida breve, Doug participou de centenas de gravações com os maiores nomes do jazz (Blakey, Miles, Lateef, Rollins, Mingus e os cambau a quatro). No disco citado, ele é o líder e está com uma trupe de fazer inveja: Donald Byrd (tp), Hank Mobley (ts nas faixas 1-4), Duke Jordan (p), Kenny Burrell (g nas faixas 1-4) e Art Taylor (ds). Vocês podem ir ali no pocast Quintal do Jazz para ouvir um pouquinho mais do mesmo bom e velho jazz: More of the same (de Thad Jones).

O link: HERE!

10 comentários:

Don Oleari disse...

Mr. Salsa:

Eu e o Pedro Oleare acabamos de curtir aqui o Doug Watkins. Uquiqué dizê que você tá "tocando" ótimos caras no jazz back'yard.

QUANTO A VOCê estar tocando quase nada, vamos resolver isso breve: vou criar um lugar procê se "exercitar" semanalmente com nosso "Luso" Armstrong (o Sergio Gomes, segundo o Pedro Oleare).
Não sei se você viu: perguntei outro dia se vocês já postaram alguma coisa do tal Joshua Redman - é isso? - de que você falou ao mandar o James Carter. Se não mandou, mande pra gente conhecer.
Abraços do Oleari.

Salsa disse...

Seu pedido é uma ordem, meu caro. O Vinyl tem alguma coisa já engatilhada. Aguarde.

Adrielly Soares disse...

Nossa ele realmente viveu pouco. =O
To precisando mais dessas suas indicações.
Um beijo

Salsa disse...

apareça. O quintal é seu.

figbatera disse...

Alô Salsa, quem me dera ter vc aqui por perto pra participar de todas as nossas tertúlias musicais...
Seria bom demais!

edú disse...

Donald Byrd,Kenny Burrel,Thad Jones - assim como James Carter - tem origem em Detroit.A cidade abriga um dos mais atraentes festivais de jazz dentro dos EUA.O Ford Detroit International Jazz Festival de 4 a 7 de setembro e neste ano completa 30 anos.

Sergio disse...

"Pode agradar até o Predador" Sala tu é o de best.

PREDADOR.- disse...

Este "Watkins at Large" é um ótimo disco. Doug Watkins, apesar de ser o lider, não fez "estrepulias" nem abusou dos longos solos, típicos de líderes de grupos. O sexteto esteve "supimpa" nesta gravação. Aliás, Predador só gosta de coisa boa mr.Salsa.

John Lester disse...

Felizmente tenho esse álbum. Quase perfeito.

Sergio disse...

Avaliado. Bom muito!