quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

Pepper Adams - A very tough man


Eu gostaria de experimentar tocar um barítono. Disseram-me que, ao contrário do que se pensa, é um instrumento leve, não exigindo muito esforço para tirar aquele belo som, que parece emergir das profundezas da terra. Bom, enquanto isso não é possível, dedicar-me-ei a ouvir um dos mestres desse belo instrumento: Pepper Adams.

Está rodando na minha radiola o excelente 10 to 4 at the 5-spot, disco lançado em 1958, um ano após ter sido eleito pela Down beat o melhor baritonista das plagas estadunidenses.

O aspecto que gostaria de destacar é o fato de ser um disco gravado ao vivo (o encarte tece alguns senões quanto a esse ponto). Ao meu ouvir, esse é o momento em que o músico se mostra mais humano, impedido que é de ficar corrigindo supostos erros cometidos. Palhetadas, frases que não deixam o músico satisfeito são partes constitutivas de uma obra que, em se tratando de músicos da estirpe de Adams, Donald Byrd, Doug Watkins, Bobby Timmons e Elvin Jones (dedico esse último ao Predador), não poderia deixar de ser uma bela obra.

Sem mais delongas, deixo-vos o som do excelente quinteto ali na virtual radiola.

Link: Avax


14 comentários:

coimbra disse...

Vá firme. Pressinto que vc vai se dar bem. Combina. Aliás, em Mictória não me lembro de audazes solistas ao barítono, a não ser em acadêmicas orquestras. Aguardo ansioso um grave solo.

Salsa disse...

É, acho que sim, mas, antes, ainda pretendo comprar um tenor de melhor qualidade.

PREDADOR.- disse...

Não sou tão radical, no tocante a bateristas, como mr.Garibaldi Magalhães. Na maioria dos álbums em que participa, Elvin está sempre vigoroso, batendo forte, mas com competência. Em alguns discos dêle eu realmente não aguento a "esporralhada". Obrigado, mr.Salsa, por dedicar-me a presença de Jones neste "10 to 4". Apesar de, às vêzes, abusar um pouco da "prataria", ele está firme e sai-se muito bem neste ótimo disco do Pepper Adams.

João Luiz disse...

Bom álbum este do Adams mr.Salsa. Inclusive, se você ainda não fez aquele meu disco, favor incluir este mais o do J.R.Monterose. OK my boy ??? Grato.

Salsa disse...

Faloooooou, mr. João.

figbatera disse...

Bom demais!

ps.: ô Salsa, programe aí um final de semana com jazz e me avise com certa antecedência.

Salsa disse...

Opa, vamos ver...

olmiro muller disse...

Pepper Adams mostra aos desavisados que há outros baritonistas no jazz, além de Gerry Mulligan.

Salsa disse...

É verdade, Olmiro. Tentarei descolar mais alguns para aumentar a lista de bons baritonistas.

John Lester disse...

Desses álbuns que servem bem qq prateleira de jazz. Tido como um clássico de Adams, há quem não o considere seu melhor.

E o gadus morhua???

Grande abraço, JL.

John Lester disse...

H, sim. Que tal uma jam session na Casa Bonita?

Estamos às ordens!

Salsa disse...

Isso é mais que uma boa idéia.

Érico Cordeiro disse...

Muito bom esse disco, meu caro Salsa.
Até o Predador se curvou ante a magnificência do Jones. Ouso dizer que se trata de um álbum obrigatório e ainda tem Bobby Timmons e Donald Byrd.
Prá ouvir e ouvir sempre!
Abração!

Andre Tandeta disse...

Excepcionais musicos ,Pepper Adams,Donald Byrd, Bobby Timmons,Doug Watkins e Elvin Jones. Juntos então, não tem erro, musica de altissimo nivel.
Quem sabe, sabe.