quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Clark Terry na estrada


E pensar que, na minha adolescência, eu detestava instrumentos de sopro. Se o disco, qualquer que fosse, tivesse um naipezinho discreto ia direto pro limbo. Ainda mais quando o sopro era o tal do trumpete. Mas o mundo gira e as coisas mudam de lugar.
Ca estou, nesse momento, ouvindo um disco de um escancarado trumpetista: Clark Terry. O que chamou a minha atenção à primeira vista foi o curioso título do disco - Serenade to a bus seat. Fiquei imaginando o que levou o músico a essa pouco prosaica cena - pensei em turnês por pequenas cidades do interior dos EUA. E é disso mesmo que se trata: um tributo ao tempo viajando com Ellington.
Mas, além do bom nome, o disco está recheado com boas interpretações de temas caros aos jazzistas (Donna Lee, Stardust) e outros menos conhecidos (Digits, Cruising, boomerang). Obviamente, destacarei a presença do grande tenorista Johnny Griffin (que troca umas figurinhas bacanas com Terry em Boardwalk e em todo o disco). Querem mais? pois tem mais: o genial Wynton Kelly que, com sempre, impõe um clima arrebatador com seu piano; Chambers, esse não precisa de adjetivos para designá-lo (poderíamos nos referir assim a alguém que toca bem: "Esse camarada é chambers no baixo" ou "esse camarada toca pra chambers"); e, para finalizar, outro monstro do jazz: o mago Philly Joe Jones e suas baquetas e vassouras.
Confiram ali na radiola.
Link: Avax

13 comentários:

figbatera disse...

Uma bela viagem com um timaço de primeira...

figbatera disse...

Ouvi, gostei, mas não consegui baixar; depois de ir p/Avax, em que link em clico?

Érico Cordeiro disse...

Um disco da gloriosa série "Jazz no Busão"!
Muito bacanudo mesmo!

Salsa disse...

Olney, No fim da página, escolha ou o HF ou o SM. Não tem erro.
Érico, essas viagens deviam ser demais. Um conhecido, daqui de Vitória,fez uma viagem dessas com Stan Kenton.

.Edinho disse...

Salsa,

Eu também viajei um pouco no seu texto. E pensar que quando garoto tambem detestava música instrumental...

Vou baixar, ouvindo Johnny Griffin tocando "All the Things You Are" na minha vitrola ...


Abraços sonoros,

Salsa disse...

Boa audição, meu caro. Estás bem acompanhado.

jose juan disse...

Acabo de escucharlo y grabarlo, está muy bueno y muy completo, muchísimas gracias por el aporte.

Salsa disse...

Seja bem-vindo, Juan

pituco disse...

salsa san,

discaço...valeô

agora...comigo ocorre o contrário...atualemnte, costumo pular os solos mais 'nervosos' dos sopros(excepto os bacanudos, claro)...com preferência aos arranjos orquestrados dos naipes...

inclusive, passo pra frente, quando intro é muito longa e não acrescenta em nada...rs

é isso aí
abraçsonoros

Salsa disse...

Naipes bacanas a gente encontra nos discos da costa oeste.

jose juan disse...

Muchas gracias por el post, Salsa, el disco es buenísimo y está muy bien presentado, muy completo, felicitaciones.

John Lester disse...

Quanta estrada cabe no sopro de Terry?

Grande abraço, JL.

Salsa disse...

é pra mais de metro...