segunda-feira, 16 de novembro de 2009

O mago das vassourinhas

Apresento-lhes um baterista mucho loco: Chico Hamilton.

Ele fez parte de uma geração e tanto. Enquanto estudava na Thomas Jefferson High School (segunda metade dos anos trinta), fez parte de um grupo com figurinhas como Dexter Gordon, Wardell Gray, Charles Mingus e Illinois Jacquet. Querem mais? Durante a guerra, no exército, pegou umas aulas com o soldado Jo Jones. Depois disso, enfileirou performances ao lado dos grandes nomes do jazz.

Sua fase mais experimental começou com o grupo pianoless que fundou com o baritonista Gerry Mulligan, em 1952. Foi nesse momento que, de acordo com o encarte, Chico desenvolveu sua habilidade com a vassourinha e sua capacidade de brincar com o tempo e o ritmo. Daí em diante, nosso herói seguiu uma trilha que vai do som mais camerístico até o fusion.

Estou às voltas com o cd The Original Chico Hamilton Quintet - complete studio recordings, com a participação de Buddy Collette (sax alto, flauta, tenor e clarineta) e Jim Hall (guitarra). O quinteto se completa com Fred Katz no cello e Carson Smith no baixo. As 20 faixas que compõe o cd foram gravadas em sessões no período 55-56. Apesar do título, o disco traz cinco faixas gravas ao vivo na Califórnia. O som tem alguma dose da terceira via, um pouco do bom e velho cool e a exempar performance de Chico. Vocês poderão atestar a competência de Hamilton com as baquetas ali no podcast Quintal do Jazz.

Link: Avax

7 comentários:

Érico Cordeiro disse...

Grande Hamilton, escola clássica da bateria west coast.
Um grande disco desse batera sensacional é The Ellington Suite (acho que o nome é esse), com o Eric Dolphy.
Este disco postado eu não conhecia - vai prá listinha!!!
Abração!

Salsa disse...

O primeiro disco do Chico que eu tive foi o que Coryell faz a sua primeira gravação (não me lembro o nome). Chico, como Blakey, também gostava de lançar jovens talentos.
Dolphy fez algumas gravações com Hamilton. No disco por você citado o seu xará está muito bem na fita.

olmiro muller disse...

Caro Salsa

Para quem gosta de jazz no cinema, o Chico Hamilton Quintet pode ser visto no filme "The sweet smell of success" (No Brasil: A Embriaguez do Sucesso), de 1957, com Burt Lancaster e Tony Curtis. Há uma troca em relação ao grupo apresentado na resenha, com Paul Horn no lugar de Buddy Colette. Nas boas locadoras, este filme geralmente está na seção "clássicos". Vale a pena ver, seja pelo roteiro do filme e pelo elenco, seja pelo belo jazz tocado pelo grupo de Hamilton.

Salsa disse...

Grande dica, sêo Olmiro,
Já vou procurar a fita/dvd.
Abraços,

John Lester disse...

Mestre Salsa, até lembrei do baterista maneta da tal estampa Eucalol de Garibaldi.

Grande abraço, JL.

Salsa disse...

Grande Garibaldi, que anda sumido da praça.

s.camatta disse...

Chico e suas vassourinhas mágicas !!!!!!